Procure por conteúdos específicos:

Uso de indicadores zootécnicos e econômicos para gestão de fazendas

Procure por conteúdos específicos:

A bovinocultura de corte do Brasil possui destaque na cadeia do Agronegócio Mundial. Segundo dados do relatório anual Perfil da Pecuária Brasileira 2020, desenvolvido pela Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carnes (Abiec), a pecuária de corte representou 10% do PIB do agronegócio no PIB brasileiro. As movimentações relacionadas a cadeia foram de aproximadamente R$ 747,05 bilhões. Esses valores correspondem desde a comercialização de insumos utilizados na pecuária, passando por investimentos em genética, sanidade animal, nutrição, exportações e vendas no mercado interno. 

Apesar desses avanços, a cadeia produtiva de carne bovina precisa ganhar em competitividade e melhorar sua eficiência, buscando tecnificação e profissionalização do setor. Para isso, é fundamental que se realize uma ótima gestão, possuindo ferramentas gerenciais para impulsionar a rentabilidade do negócio, baseando as tomadas de decisões em fontes de dados, identificando os gargalos do processo e definindo os critérios a serem melhorados, para alcançar eficiência produtiva e econômica na atividade.

Você sabe transformar informações e dados em rentabilidade e lucro?

Apesar de serem indicadores simples, a interpretação desses indicadores é de extrema importância para o sucesso da pecuária de corte, sendo essenciais para auxiliar o pecuarista a planejar as rotinas de trabalho e definir quais serão as metas a serem alcançadas no sistema de produção.

Diversos produtores realizam as anotações em fichas zootécnicas ou até mesmo em cadernos, para cálculos dos indicadores da fazenda, e é fundamental que se faça esses registros. Por outro lado, muitos possuem planilhas de Excell como forma de auxiliar nesse processo de gestão, porém poucos pecuaristas interpretam e utilizam essas informações para as tomadas de decisões dentro da fazenda.

Nesse sentido, o software para gestão pecuária surge como forma de auxiliar a cadeia produtiva de gado de corte, permitindo a análise e interpretação dos dados da fazenda, fornecendo um levantamento detalhado sobre o sistema de produção, onde o pecuarista pode observar onde estão os pontos que precisam ser melhorados para ampliar a produtividade do seu negócio.

Com o software para gestão de fazendas, os dados coletados podem ser lançados em uma base de dados confiável para que as informações possam ser armazenadas e efetivamente utilizadas para a gestão, sendo possível realizar lançamentos, como o Agrupamento de animais, Estações de monta, ou até mesmo relatórios para obter índices fundamentais para a atividade, como o Ganho de peso, Número de bezerros desmamados, Taxa de concepção, dentre outros.

Indicadores zootécnicos e econômicos da pecuária de corte

Sabe-se que o pecuarista precisa ter conhecimentos técnicos da atividade, mas precisa também conhecer os principais indicadores econômicos da fazenda, tais como Taxa de lotação e Ganho médio diário, Taxa de desmame, Desembolso por cabeça por mês, Lucro por hectare por ano, Produção de @/ha/ano etc. É certo que ter acesso aos indicadores chave da sua atividade faz toda a diferença. Aliás, como anda a Taxa de desfrute por aí?

A taxa de desfrute, por exemplo, é um indicador valioso para a atividade. Ela mede a capacidade do rebanho de gerar excedente e o seu índice de produtividade. Ou seja, apresenta a produção em arrobas ou cabeças de um determinado período em relação ao rebanho inicial. Quanto maior essa taxa, maior a produção interna.

Além disso, obter relatórios são de extrema importância para a atividade, pois estes possibilitam visualizar a real situação da propriedade, acompanhar o rebanho de forma geral ou individual e até mesmo aperfeiçoar a gestão econômico-financeira da fazenda, através da avaliação dos custos e o controle do fluxo de caixa.

Por falar nisso, você possui um controle eficaz das entradas e saídas da fazenda?

Propriedades com maior lucratividade são boas na gestão dentro e fora da porteira. Relatórios como o “Apuração de custos” e o “Acompanhamento do fluxo de caixa” lhe permitem tanto avaliar a situação atual das despesas e receitas, quanto conhecer o custo de produção e identificar onde estão os maiores gastos. Com essas informações em mãos, é possível planejar os próximos meses, estabelecer estratégias para redução do custo e identificar o momento certo para realizar negociações.

Vale ressaltar que a qualidade dos dados inseridos no Software, é fundamental. Se a informação inserida no banco de dados do sistema for imprecisa, o resultado também será impreciso e não será favorável para as tomadas de decisões que tragam retorno para a fazenda.

Conhecer os pontos fracos tão bem quanto os fortes fazem a diferença no planejamento estratégico, e lhe permite traçar um caminho adequado à sua realidade e a suas metas

Registre as informações, analise os dados e tome decisões assertivas para que seus objetivos estejam cada vez mais próximos de você!

Bovitech ajuda você a gerenciar isso e muito mais

Pode parecer complexo, mas é simples se você contar com a ajudar de sistemas e ferramentas que te ajudam a construir e gerenciar esses indicadores. Nossos consultores podem te mostrar como as ferramentas do Bovitech Gestão Pecuária podem contribuir com a gestão de fazendas.

Autores:
Ana Paula Caríssimo
Zootecnista, Pós-doutora em Produção Animal, responsável pela comunicação técnica Ideagri/Bovitech

Gabriel Toledo
Zootecnista, MBA em marketing, Head de Pecuária de Corte Ideagri/Bovitech

Onde mora o lucro dentro da fazenda?

Quer receber mais conteúdos para evoluir sua gestão de corte?
Assine nossa newsletter!

Ao assinar a newsletter, declaro que conheço a Política de Privacidade e autorizo a utilização das minhas informações pela Bovitech

Veja Também: